Bienal Ama+zônia

Visão de um Desenvolvimento Verde

A ESSÊNCIA DA SOBREVIVÊNCIA

Ama+zônia Bienal de Arte 2022

 

A Amazônia importa! 

 

Para o Brasil e para o mundo. Os olhos do mundo estão focados na Amazônia mais do que nunca. A floresta amazônica é o ar condicionado do Brasil. Sem ela haveria mais aquecimento global. Ela é a bomba de água que traz a humidade do Atlântico para o continente. Cada arvore transpira mil litros ao dia; assim a floresta amazônica produz a chuva de que o Brasil e seus vizinhos precisam para produzir alimentos, água potável e energia. Ela é um gigante da diversidade biológica. O acervo genético da sua flora e fauna é a base para inovações em bioeconomia, biotecnologia e novos medicamentos. Ela ajuda a proteger contra novas pandemias. A Amazonia é um fator essencial de sobrevivência que une os povos, os que vivem nela, o povo brasileiro e toda a humanidade. Todos nós dependemos dela, todos somos interdependentes, as plantas, arvores, animais, seres humanos — todos somos Amazônia!

 

A Bienal da Amazônia é um evento de apoio à conservação da floresta amazônica. Ela acontecerá a cada dois anos, começando em 2022.

 

O que é a Bienal 

 

Arte, música e dança unem pessoas e povos. Assim a primeira edição da Bienal Amazonia 2022 quer mostrar ao mundo a beleza natural e a riqueza cultural da Amazônia e de seus povos pelas artes. A Bienal quer levar a Amazônia para perto do coração das pessoas, pois cuidamos do que apreciamos. A Bienal quer chamar a atenção do Brasil e do mundo sobre a importância da floresta amazônica para a vida dos brasileiros, sua economia e o clima mundial. Ela quer mostrar que os povos nativos da Amazônia fazem parte da identidade brasileira e que os seus saberes ancestrais poderão dar respostas aos problemas que o planeta enfrenta atualmente. Tudo isto por meio da ciência, arte, música, cinema, fotografia, teatro e dança. De forma criativa e lúdica, ela visa superar barreiras geográficas, ideológicas e partidárias. Ela quer dar um palco às pessoas que vivem da floresta para que sejam vistas e ouvidas. A Bienal quer mobilizar as pessoas para que adotem esta causa e que tomem ações concretas para promover a visão de um desenvolvimento verde, próspero, sustentável e inclusivo da Amazônia, integrando o homem e a natureza e conciliando economia e ecologia.

Onde e quem

 

A Bienal Amazônia 2022 está programada para Junho /Julho de 2022 em Belém do Pará e em São Paulo além de eventos preparativos e concomitantes junto à ONU em New York City, “hub” mundial para debates sobre mudanças do clima. A Bienal abrangerá um leque de exposições, shows, filmes, concertos, eventos gastronômicos e rodada de diálogos. Estes eventos oferecem o pano de fundo para o debate e intercâmbios técnicos, científicos e culturais sobre a preservação e o desenvolvimento sustentável da Amazônia. A grande maioria dos eventos da Bienal poderão ser acompanhados de forma presencial e virtual. Está prevista a participação de artistas, celebridades, cientistas, organizações indígenas e da sociedade civil, empresas, instituições financeiras, além de representantes de governos e instituições nacionais e internacionais que apoiam a causa.

Atividades

 

A Bienal apresentará a realidade e a cultura amazônica por meio de um mosáico de artes, performances artísticas, debates e encontros de negócios sustentáveis. A linguagem da arte enriquecerá os intercâmbios culturais e científicos. Com um ambiente lúdico e de entretenimento, a Bienal pretende facilitar o diálogo entre os participantes.

 

Temas de destaque dos debates serão :

· Bioeconomia: oportunidades de negócios sustentáveis para a Amazônia

· Serviços ambientais da floresta amazônica para o Brasil e para o mundo.

· Terras indígenas e Unidades de Conservação para a preservação da floresta e do clima.

· Green finance: capital para reflorestamento e desenvolvimento sustentável da Amazônia

· Princípios ambientais e sociais para empresas e nas relações comerciais internacionais

· Encontros entre empresas, cientistas e inovadores voltados para a biodiversidade (“matchmaking”).

Haverá espaço para empresas, marcas, ONGs e instituições públicas apresentarem suas iniciativas de produção, inovação, conservação e combate a incêndios e desmatamentos.

Green Hearts

(Corações Verdes)

 

Aberto a todos aqueles que se identificarem e tiverem simpatia com a causa da preservação da floresta amazônica e de seus povos e quiser participar da construção da primeira edição da Bienal Amazonia 2022 pode tornar-se um Green Heart. Um Green Heart pode engajar-se como ativista nesta causa de diferentes maneiras. Pode, como voluntário e com base na sua experiencia profissional e seu tempo disponível, apoiar o IBA na organização da Bienal e dos pré-eventos (p.ex. fazer contatos e trabalho administrativo, facilitar a comunicação entre os atores, atualizar informações no website, participar de campanhas de patrocínio e de captação de recursos, etc.). Pode contribuir com seu renome ou suas ideias (influencers e multiplicadores) para trazer outros parceiros e divulgar a Bienal nas diversas mídias tradicionais e sociais.